ATITUDE PARA VENCER A CRISE Parte 03

Atitude para Vencer a crise
Compartilhe nosso conteúdo.
Share on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Facebook

ATITUDE PARA VENCER A CRISE Parte 03

Nesta semana continuamos a sequência de artigos sobre como vencer a crise. Minha abordagem tem sido expor o que as empresas bem sucedidas estão fazendo. Como elas estão agindo. Que caminhos encontraram. Não falo das empresas que são beneficiadas diretamente pela crise (elas existem mas não são meu foco aqui). Falo das que sofrem com os impactos da crise porém tem encontrado caminhos e estão se saindo bem. Significa que conseguiram reduzir seu endividamento, melhorar sua margem e gerar caixa.

No primeiro artigo da série falei sobre a atitude pessoal depro atividade assumida pelo líder. No segundo artigo falei sobre a necessidade de encarar a dura realidade dos fatos . Vamos ao tema de hoje.

As empresas que estão vencendo a crise transformam o limão numa limonada e tiram proveito do momento de crise para fortalecer o negócio aperfeiçoando as práticas de gestão.

Albert Einstein disse: “no meio da dificuldade encontra-se a oportunidade”. Exatamente isso que as empresas que estão se saindo bem fazem. Lembro de um cliente que tinha algunslíderes“intocáveis”, apesar de mal avaliados.O ambiente de crise propiciou o momento ideal para as dispensas, os custos caíram e o alinhamento cultural melhorou, impactando na coesão e eficiência da equipe. Outro cliente tinha uma unidade fabril de baixa produtividade, fechou a fábrica e melhorou a margem consolidada do negócio. Ou ainda outro onde a equipe era pouco produtiva e acomodada, ele ajustou alguns membros, mobilizou a equipe apresentando a realidade e avançou impressionantemente no nível de participação, na energia criativa, na disponibilidade e nos resultados.

Neste momento em que a vida está lhe dando um limão, você precisa agir e fazer logo a sua limonada.

O que precisa mudar no seu negócio? Que processo pode tornar sua empresa muito mais eficiente e produtiva? Que pessoas jogam contra a empresa, reduzem o moral do time e impedem a sinergia entre as pessoas? Que unidade, que filial, ou produto do seu portfólio geram caixa negativo, estão no vermelho ou em forte decadência e reduzem os lucros da empresa além de sugar o tempo de líderes importantes da empresa que estão tentando salvar a situação? Que conforto, status, ou gastos estão sendo mantidos desnecessariamente em troca de sustentar as aparências?

Chegou o momento de transformar essa realidade! Aja imediatamente!

Feche fábricas, aperfeiçoe os processos, mexa com os intocáveis, acabe com as zonas de conforto, jogue água no limão que as circunstâncias estão lhe entregando. No fim das contas você terá uma empresa mais sadia, eficiente, produtiva, em que todos se orgulhem.

Forte abraço

Marcelo Andrade

Compartilhe nosso conteúdo.
Share on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Facebook

comentários